Pérolas de Sabedoria

quinta-feira, Junho 01, 2006

O QUE É O AMOR ... VISTO PELAS CRIANÇAS


E porque hoje é Dia da Criança resolvi trazer aqui a descrição do Amor feita por crianças dos 4 aos 9 anos de idade. Estas descrições provam que as crianças são maravilhosamente ingénuas, e que a bondade e sinceridade habitam os seus corações.
É uma pena que a Vida transforme por vezes, algumas destas maravilhosas crianças, em pessoas más.

“Amor é quando alguém te magoa, e tu, mesmo muito magoado, não gritas porque sabes que isso vai ferir os sentimentos da outra pessoa.”

“Quando a minha avó ficou com artrite, e deixou de poder dobrar-se para pintar as unhas dos pés, o meu avô passou a pintar as unhas dela, apesar dele também ter muita artrite.”

“Amor é quando uma menina põe perfume e o menino põe loção pós-barba, depois saiem juntos e se cheiram um ao outro.”

“Eu sei que a minha irmã mais velha me ama porque ela dá-me todas as suas roupas velhas e tem que sair para comprar outras.”

“Amor é como uma velhinha e um velhinho que ainda são muito amigos, apesar de se conhecerem há muito tempo.”

“Quando alguém te ama, a forma de dizer o teu nome é diferente...”

“Amor é quando sais para comer e ofereces as tuas batatinhas fritas sem esperar que a outra pessoa te ofereça as batatinhas dela.”

“Amor é quando a minha mãe faz café para o meu pai e toma um gole antes, para ter a certeza que está ao gosto dele.”

“Amor é quem está com a gente no Natal.”

“Se queres aprender a amar melhor, deves começar com um amigo de quem não gostas.”

“Quando contas a alguém alguma coisa feia sobre ti próprio, e ficas com medo que essa pessoa por causa disso deixe de gostar de ti, aí ficas mesmo surpreendido, que descobres que não só te continuam amando, como ainda te amam mais!”

“Há dois tipos de amor: o nosso amor e o amor de Deus. Mas o amor de Deus consegue juntar os dois.”

“Amor é quando a nossa mãe vê o nosso pai chegar suado e mal cheiroso e ainda diz que ele é mais bonito que o Robert Redford.”

“Durante a minha apresentação de piano, eu vi o meu pai na plateia, acenando-me e sorrindo. Era a única pessoa que fazia isso, e eu não sentia medo.”

“Amor é quando dizes a um rapaz que a camisa que ele usa é muito bonita, e ele a veste todos os dias.”

“Não deveríamos dizer amo-te a não ser quando realmente o sentimos. E se sentimos, então devíamos dizê-lo muitas vezes. As pessoas esquecem-se de o dizer.”

“Quando amas alguém, os teus olhos sobem e descem, e pequenas estrelas saem de ti!

“Amor é quando o teu cão te lambe a cara, mesmo depois de o teres deixado sozinho o dia inteiro.”

8 Comments:

Enviar um comentário

<< Home